Lista de candidatos pelo círculo da Europa

20190820 listas candidatos europa

Candidatos efectivos

rita ratoRita Rato, 36 anos . Licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade Nova de Lisboa. Deputada à Assembleia da República desde 2009.
Vice-Presidente da Comissão Parlamentar de Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Enquanto deputada, teve intervenção sobre questões das migrações, designadamente sobre trabalho, pensões e novas gerações de emigrantes.
Militante do PCP

sebastiao violaSebastião Viola, 41 anos. Médico psiquiatra e psicanalista em Cardiff, Reino Unido.
Foi eleito na Assembleia Municipal de Silves.
Responsável pela Organização do PCP no Reino Unido.



Candidatos Suplentes

domingos pereiraDomingos Pereira, 48 anos. Motorista de pesados. Dirigente Sindical do Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública em Zurique, Suíça.
Dirigente do Centro Lusitano de Zurique. Membro da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Zurique. Membro do Conselho das Comunidades Portuguesas.
Responsável pelo Núcleo do PCP de Zurique. Membro do Organismo de Direcção Nacional do PCP na Suíça.

teresa loureiroTeresa Loureiro, 58 anos. Operária de limpeza comercial. Membro do núcleo do PCP de Düsseldorf. Membro do Secretariado do Organismo de Direcção Nacional do PCP na Alemanha.
Mandatário da lista



amadeu batelAmadeu Batel, 76 anos . Professor universitário, aposentado, de Língua, Literatura e Cultura Portuguesas na Universidade de Estocolmo, Suécia. Trabalha há 47 anos no movimento associativo, federativo e intercomunitário. Desempenhou vários cargos directivos no Lusitânia - Associação Portuguesa de Estocolmo. Foi Presidente, de 1987 a Abril de 2019, da Federação das Associações Portuguesas da Suécia.
Vice-Presidente do Conselho Permanente do Conselho das Comunidades Portuguesas.
Membro da organização do PCP na Suécia.

****

A média etária dos candidatos efectivos e suplentes é de 45.75 anos, sendo que nos efectivos é de 38.5 anos. Na composição social da lista registam-se dois intelectuais, um motorista e uma operária.
50% dos candidatos são mulheres.
Sublinhar-se que entre os Candidatos o Mandatário da lista, se encontram uma deputada à Assembleia da República, dirigentes associativos, um dirigente sindical e de dois membros do Conselho das Comunidades Portuguesas, sendo um deles o seu Vice-Presidente.

A CDU-Coligação Democrática Unitária propõe dez medidas, que os seus deputados eleitos na Assembleia da República se empenharão em concretizar, em defesa dos interesses e aspirações dos portugueses que vivem, trabalham e estudam no estrangeiro.

A CDU propõe:
1 - Alargar os Acordos e Convenções Bilaterais entre Portugal e os países de residência para garantir o cumprimento de direitos sociais e laborais (equiparação salarial, reformas, combate à dupla tributação, etc.);
2 - Garantir os direitos de reciprocidade dos cidadãos portugueses no Reino Unido;
3 - Revisão das regras de atribuição da pensão nacional aos emigrantes, garantindo um valor mínimo em função do cumprimento do prazo de garantia;
4 – Reorganizar, reforçar e alargar a capacitação da rede consular, modernizando-a, qualificando-a e aproximando-a das comunidades portuguesas;
5 - Apetrechar a rede consular com serviços e pessoal técnico da Segurança Social;
6 - O respeito pelos direitos dos trabalhadores consulares, nomeadamente a aplicação das 35 horas de trabalho semanal e uma política salarial que tenha em conta o nível de vida nos países de acolhimento;
7 - Reforçar a rede de Ensino de Português no Estrangeiro, eliminar a respectiva propina e garantir manuais escolares gratuitos;
8 - Reforçar a contratação e os direitos dos professores do Ensino de Português no Estrangeiro;
9 - Valorizar e apoiar o Movimento Associativo Emigrante e divulgar o seu trabalho;
10 - Rever a Lei do Conselho das Comunidades Portuguesas, valorizando o seu papel como órgão representativo dos portugueses no estrangeiro, pugnando pela sua autonomia e dotando-o de financiamento adequado para o exercício das suas competências.

Imprimir Email