Cresce a confiança no alargamento do PCP junto da comunidade portuguesa em Espanha

mapa-espanhaAs eleições para o Presidente da República contaram, em Espanha, com um nível de participação de apenas 8,46%, percentagem que é, no entanto, superior à registada na Europa que foi de 5,74%. Em 3.628 inscritos votaram 307, o que é revelador do imenso trabalho a realizar para a motivação da comunidade portuguesa para o exercício dos seus direitos cívicos. 

A candidatura de Francisco Lopes, apoiado pelo PCP, PEV, ID e por muitas outras personalidades independentes obteve, neste universo eleitoral, uma expressiva votação de 13,5% em todo o território, destacando-se a votação de Vigo, onde Francisco Lopes obteve 26,53% dos votos, ficando em 2º lugar, a 18 votos de Cavaco Silva.

O empenhamento dos comunistas portugueses na campanha eleitoral e os resultados obtidos são um factor de grande confiança na possibilidade real de reforço do Partido e da sua influência política e social junto da comunidade portuguesa em Espanha.

A todos os camaradas e amigos, a todos os que confiaram o seu voto em Francisco Lopes, afirmamos que ele servirá para continuar a luta pela dignificação e respeito pelos direitos dos emigrantes e para pôr fim à política de direita, construindo o caminho alternativo para um Portugal desenvolvido, independente e progressista.

ImprimirEmail